• Lampião & Lancelote

    • Editora Cosac Naify
    • Autor(a) Fernando Vilela
    • Ilustrador(a) Fernando Vilela
    • Premiação Prêmio Prêmio FNLIJ 2007 Escritor Revelação, Poesia, Ilustração e Projeto Editorial
Quarta, 27 Março 2019 14:03

Comemore o Dia Internacional do Livro Infantil - IBBY - 2019

 

Como seção brasileira do International Board on Books for Young People — IBBY, a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil — FNLIJ divulga todos os anos a mensagem do Dia Internacional do Livro Infantil - DILI, comemorado em 02 de abril, dia do nascimento de Hans Christian Andersen.

O IBBY da Lituânia é o patrocinador e responsável pela mensagem do DILI de 2019

DILI_2019_Poster.jpg

 

 

*Livros nos ajudam a dar uma pausa

Eu estou com pressa!... Eu não tenho tempo!... Adeus!... Nós escutamos palavras semelhantes quase todos os dias, não somente na Lituânia, que está localizada bem no centro da Europa, mas também em muitos outros lugares do mundo. Mais frequentemente, escutamos que estamos vivendo em uma época de abundância de informações, de pressa e de precipitação.

Mas se você pegar um livro em suas mãos, imediatamente sentirá a mudança. Parece que os livros possuem esta maravilhosa qualidade – eles nos ajudam a dar uma pausa. Tão logo você abre um livro, e submerge em suas tranquilas profundidades, não sentirá medo da velocidade enlouquecedora em que as coisas acontecem ao seu lado e não verá nada. De repente, você começará a pensar não ser preciso lançar-se como um louco em tarefas de pequena importância. Nos livros, as coisas acontecem de forma quieta e em uma ordem precisa. Talvez porque as páginas são numeradas, talvez porque sussurram suavemente enquanto você as folheia. Nos livros, os acontecimentos do passado calmamente encontram os eventos que ainda virão.

O universo do livro é amplo, felizmente mistura a realidade com a imaginação e a fantasia. E, às vezes, você se pergunta se foi no livro ou na vida que você notou de que maneira tão bela as gotas de neve derretidas caem do telhado, ou como é agradável para os olhos o muro do vizinho coberto de musgos. Foi em um livro ou na vida real que as bagas de sorveira**não são apenas bonitas, mas também amargas? Foi em um livro ou na vida real que você experimentou estar deitado na grama, durante o verão, ou sentado com suas pernas cruzadas, vendo as nuvens passando pelo céu?

Os livros nos ajudam a não ter pressa, livros nos ensinam a observar as coisas, e nos convidam ou até mesmo nos fazem sentar por instantes. Nós geralmente lemos sentados, com um livro em nossa mesa ou em nossas mãos, não é?

E você não experimentou outro milagre: quando você lê um livro, o livro lê você? Sim, com certeza, livros também podem ler. Eles leem sua testa, sobrancelhas, as curvas de seus lábios, que ora descem, ora sobem e, sobretudo, os livros leem os seus olhos. E pelos olhos eles entendem, eles veem... Bem, você mesmo sabe o que!

Eu tenho certeza que os livros nunca são entediantes quando estão em suas mãos. Alguém que aprecia ler – seja criança ou adulto – é muito mais interessante que uma pessoa que não se importa com os livros e que sempre corre contra o relógio, alguém que nunca tem tempo para sentar, que não percebe muito do que o rodeia.

Este é o meu desejo para todos nós no Dia Internacional do Livro Infantil: que existam livros interessantes para leitores e interessantes leitores para livros!

(Kestutis Kasparavičius)

 

* Tradução da Mensagem DILI 2019 - Karla Japôr

** “As sorveiras ou sorvas brasileiras são diversas e bastante comuns em toda a região amazônica, onde são frequentes, especialmente, em terras dos Estados do Amazonas, do Pará, do Amapá e de Rondônia, chegando até às Guianas, à Colômbia e ao Peru”. Fonte: wikipedia.org 

 

Cique aqui e leia mais sobre o autor do texto e da ilustração.

Saudações da Lituânia.